Santos sempre foi uma cidade com uma vida noturna agitada, porém com pouca (ou nenhuma) opção underground.

No começo, mais uma loja de roupas com estampas que poderiam facilmente estar nas profundezas da internet, o que despertou interesse de muita gente. Deu bom, mas precisava de um espaço maior. Surgiu a Ativa pocket store, um quintal que juntava amigos para tomar cerveja, provar umas roupas e de quebra jogar uma sinuca.

é um bar? uma balada?

Ninguém entendeu, mas tinha bons drinks, video-game, sinuca, galera dançando e uma experiência nunca vista antes na baixada santista. O quintal começou a encher, a galera queria mais música e a casinha cresceu, tanto em tamanho quanto em público. Tipo a casa daquele amigo que todo mundo gosta de colar. O ponto de encontro da diversidade com diversão em todos seus m2.

Obs: Não é a casa da mãe Joana.

Pandemia e as portas se fecharam, mas não para as ideias. A luta, sobrevivência, aliando estratégia e experimentação fez com que cada viga se tornasse mais forte e a casa continuasse de pé. O segredo? Certeza que não é o cimento, mas a criatividade. Um bom filho à casa torna e pelo jeito nos trouxe você também.

Experimentação, originalidade e tudo que há de bom.

Estes foram os ingredientes escolhidos para criar o espaço perfeito, mas acidentalmente acrescentamos um ingrediente extra na mistura: O elemento X.